Uma equipe de pesquisadores usaram a máquina de aprendizagem para recriar imagens em nossos cérebros, desde assuntos imagens que estavam olhando para coisas que eles podiam lembrar.

A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade de Kyoto no Japão e liderada por Yukiyasu Kamitani. Usando a ressonância magnética funcional (fMRI), a equipe disse que eles foram capazes de reconstruir imagens vistas por nossos cérebros.

 

No artigo, foram apresentadas várias imagens que foram recriadas pela inteligência artificial, conhecida como rede neural profunda (DNN). Cada imagem foi recriada pixel por pixel, gerando imagens que se assemelhavam à imagem inicial.

“Os resultados sugerem que a informação visual hierárquica no cérebro pode ser efetivamente combinada para reconstruir imagens perceptivas e subjetivas”, diz o artigo.

“Nossa abordagem poderia fornecer uma janela única no nosso mundo interno ao traduzir a atividade do cérebro em imagens”, observou a equipe.

As imagens foram projetadas em uma tela em um scanner fMRI, cada participante participou de várias sessões de varredura, cada uma com duração máxima de 2 horas, ao longo de 10 meses.