Seu telefone Android foi roubado? Neste post você saberá como bloquear o IMEI do seu dispositivo que ele fique impossibilitando para uma nova utilização.

Além de impedir o uso após o roubo, pelo menos na questão de chamadas, o bloqueio do IMEI também ajuda a diminuir as chances de comercialização do aparelho.

Veja no passo-a-passo abaixo como fazer esse procedimento:

1) Obter o número do IMEI

Para visualizar o IMEI do seu aparelho basta discar para *#06# ou olhar na caixa de seu dispositivo. Caso você não tenha acesso a nenhuma das opções descritas, o Google Dashboard pode ajudar:

Na página do Google Dashboard, desça a tela a seção “Android”. Clique na pequena seta ao lado do logotipo do Android para expandir as informações.

Você irá visualizar o IMEI como no exemplo abaixo:

2) Faça o boletim de ocorrência

Como parte do processo, as operadoras exigem um boletim de ocorrência para efetuar o bloqueio do IMEI.

As cidades de São Paulo, Paraná, de Minas Gerais e Rio de Janeiro permitem que as ocorrências possam ser registradas pela Delegacia Eletrônica, sem a necessidade de comparecer à delegacia.

Se houver alguma dúvida, consulte o Google para mais informações.

3) Contato com a operadora

Com o B.O. em mãos, agora você precisa entrar em contato com a sua operadora para solicitar o bloqueio do IMEI.

Nota: A operadora poderá solicitar documentos extras para a comprovação da propriedade do aparelho de telefone celular.

Claro: 1052
Oi: 1057 ou *144
TIM: 1056 ou *144
Vivo: 1058 ou *8486
Nextel: 1050 ou (11) 4004–6611
Porto Seguro Conecta: 10544 ou *333